Volta às aulas do 2º semestre demonstra maior adesão ao ensino semipresencial

Spread the love

Após o fim do recesso escolar, a Prefeitura de Gaspar, por meio da Secretaria de Educação finaliza a primeira semana de aula do semestre, com maior adesão dos alunos da rede municipal nas aulas semipresenciais. Neste semestre, apenas 1.667 alunos optaram por participar das aulas 100% remoto, sendo que no primeiro eram 2.425. Cerca de 6.600 estudantes frequentam as escolas e Centros de Desenvolvimento Infantil (CDIs) através do ensino semipresencial.

   No primeiro semestre, no ensino fundamental, eram 1.280 estudantes que estavam com aulas 100% online, agora, são 906 alunos na modalidade, uma diminuição de 374 estudantes. A educação infantil também teve uma diminuição na adesão das aulas 100% online. Atualmente são 761 alunos que seguem com o ensino 100%, sendo que no primeiro semestre, 1.145 crianças estavam no ensino remoto, são 374 alunos que retornaram para o ensino semipresencial.

   A continuação das aulas presenciais obedece rigorosamente o protocolo municipal sanitário e de saúde, que foi desenvolvido por uma equipe técnica da SEMED, secretaria de Saúde, Defesa Civil, entre outros. Além disso, cada unidade escolar possui um Plano de Contingência (PLANCON), que define a quantidades de alunos que devem permanecer dentro de cada sala aula, conforme os regramentos de biossegurança.

   O secretario de Educação, Emerson Antunes, destaca a ampliação do atendimento. “Praticamente todos os nossos profissionais da educação já receberam, ao menos, a primeira dose da vacina contra a Covid-19. Isso faz com que tenhamos uma confiança maior no atendimento ofertado. Além disso, todas as escolas e CDIs seguem com o uso de rigorosos protocolos sanitários”, explica.

  A retomada das aulas continua permitindo que todas as famílias optem pelo retorno semipresenciais, ou atividades 100% remotas. “É de extrema importância a adesão das atividades semipresenciais para a retomada das rotinas escolares. Sabemos que essa volta, promoverá atividades de recuperação contínuas e paralelas, proporcionando, principalmente aos mais vulneráveis, a garantia ao direito à aprendizagem”, conclui, o secretário de Educação, Emerson Antunes.

TEXTO – SECOM GASPAR