Pesquisa Aponta Insegurança de Jovens Egressos Após a Graduação.

Spread the love

Por: Cristiano Nascimento

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto IPSOS para o Grupo Santander, a maioria dos jovens temem que a falta de experiência se torne uma barreira na corrida por uma oportunidade na área de formação.
O estudo indica ainda a dificuldade maior de inserção nas áreas de Engenharia e maior facilidade nas áreas de Saúde e Educação.

Dalvan Rigueira Jorge, 21 anos, recém formado em Filosofia trabalha atualmente como garçom, e conta como está sendo a busca por uma oportunidade na área de formação:

  • Minha experiência no mercado tem sido complexa porque a GERED pede muitos pré-requisitos para conseguir se cadastrar na vaga para começar a dar aula.
    A busca tem sido complexa porque a GERED não tem lançado muitas vagas, as que ela tem, os profissionais que são formados a mais tempo passam na frente deixando a gente (sic) que é formado a pouco para trás.
    Quanto mais cursos eu tiver em outras áreas melhor, porque o mercado tá (sic) complexo e assim a gente acaba garantindo um emprego em outra área não sendo a nossa, infelizmente, mas não ficaremos pelo menos desempregados.

Segundo matéria publicada no Portal G1, há mais pessoas com ensino superior do que vagas que exijam essa qualificação.
Existem cerca de 18 milhões de formados para 14 milhões de vagas com essa exigência. Consequentemente quem se forma e não consegue uma vaga acaba aceitando um sub emprego, ou seja, atuam em áreas de menor qualificação ou estão desocupados Por outro lado, o diploma também aumenta o ganho salarial em 38% em média. Já a taxa de desemprego entre graduados é de apenas 6%.

João Carlos da Silva, 51 anos, bacharel em Ciências Políticas é gerente de relações institucionais. Ele diz não ter encontrado grandes dificuldades na busca por emprego e afirma que o mercado está em busca constante por profissionais em sua área.

  • A dica que eu dou é que cada universitário antes de iniciar uma graduação pesquise, busque informações dentro da área que pretende atuar e assim terá mais facilidade na hora de escolher o seu curso.

A professora Tatiana Feuser Ronchi, pós-graduada em Gestão Escolar e orientadora educacional da Uninter do polo Blumenau, aponta as maiores dificuldades e dúvidas encontradas por egressos na área da educação.

  • Geralmente a insegurança deles é mais voltada para a questão do planejamento x demanda, eles comentam que existe uma dificuldade muito grande porque os seletivos tratam muito da teoria e acabam não contemplando a prática, o conhecimento real aplicado em cada área respectiva né (sic) essa então é uma dificuldade que é encontrada por eles nesse início no mercado de trabalho.

A professora relata a realidade de muitos profissionais recém formados que se deparam com uma realidade diferente da esperada ao final da jornada Universitária, a área de formação e a área de atuação entram em conflito, o profissional deve alinhar os pontos em comum na escolha da área de atuação, optando por um emprego que possa agregar conhecimento e experiência à sua formação, porém, a falta de oportunidade aos egressos com pouca ou sem experiência é um fato relatado dos que buscam agregar vivência prática ao currículo.
Portanto, desenvolver projetos de extensão e estagiar enquanto ainda não se formou é a melhor estratégia para sair na dianteira nessa corrida.

Acadêmico de Jornalismo pela Uninter e de Comunicação Social – Publicidade e Propaganda na UNIASSELVI.
Participo como repórter e apresentador do Uninter Informa e do Nosso Rock, Programas de Rádio Jornalismo da Uninter.