Para driblar pandemia, laboratório veterinário cria “Delivery de doação de sangue Pet”

Spread the love

Em tempos de Pandemia, onde o isolamento social é necessário para evitar a disseminação do Coronavírus, o laboratório veterinário Vetex, com sede em Santa Catarina e unidades no Paraná, São Paulo e Rio Grande do Sul, criou um sistema de “Delivery” para a doação de sangue entre animais de estimação. A estratégia foi implantada para ajudar a suprir a baixa demanda de doação sanguínea entre Pets, agravada com a pandemia e com o inverno, época em que os estoques dos bancos de sangue costumam despencar. Desconhecida de boa parte da população, a doação de sangue Pet é fundamental para salvar a vida dos bichinhos em situações de acidentes, intoxicações, além de diversas doenças como anemia, câncer e outras. Só como exemplo, cada 450 ml de sangue doado por um cão, pode salvar a vida de outros três cães.

A estratégia do laboratório em ir até a casa do tutor para coletar o sangue dos bichinhos vem dando resultado, tanto que o Vetex planeja, em um futuro próximo, ampliar o serviço para todas as suas unidades. Hoje, o serviço está disponível nas unidades de Camboriú (SC), Curitiba (PR) e Porto Alegre (RS).  “É uma relação de ajuda mútua. Como as pessoas estão mais inseguras em sair de casa nesse momento, criamos este Delivery onde vamos até a casa do tutor, fazemos a coleta de sangue do animal no seu próprio ambiente, o que é mais cômodo e seguro para ele. Com isso, ajudamos na ampliação dos estoques de sangue e, consequentemente, podemos salvar mais vidas de cães e gatos”, explica o médico veterinário Douglas Sommer, sócio proprietário do Vetex.

Em breve, o laboratório deve implantar o delivery também nas unidades de São Paulo (SP), Florianópolis (SC) e Blumenau (SC). O veterinário afirma ainda sobre a necessidade de uma maior conscientização das pessoas sobre o tema, ainda desconhecido da grande maioria. “Diariamente, cães e gatos necessitam de transfusão sanguínea, e há dificuldade de se manter estoques para as situações de emergência. Muitos tutores descobrem sobre a transfusão sanguínea apenas quando seus pets necessitam, por isso precisamos divulgar mais o assunto para um número cada vez maior de pessoas”, defende Douglas.

Requisitos para doação 

O processo de doação é rápido, seguro e leva cerca de 15 minutos. Em média, os cães doam 450 ml de sangue. Já nos gatos, a quantidade varia de 40 ml a 60 ml. “As necessidades de doação e transfusão de sangue em animais são paralelas às necessidades dos seres humanos. Doar sangue é um ato de amor. É preciso se conscientizar e não ter qualquer receio em fazer a doação, já que ela salva vidas e os animais doadores não sofrem e não são prejudicados”, afirma Douglas.

Existem alguns pré-requisitos a serem respeitados na doação de sangue entre animais. No caso dos cães, eles devem pesar mais do que 25 quilos para serem candidatos a doadores. Já os gatos devem ter peso superior a quatro quilos e meio. Os animais precisam ter entre um e oito anos de idade, além de estarem com a saúde em dia. Para garantir uma doação segura, os candidatos passam por uma avaliação clínica e laboratorial prévia.

Fonte: Moon MKT