Na última quarta-feira, dia 19, foi confirmada a morte de um homem de 60 anos, que estava internado em UTI desde o dia 27 de abril

Blumenau registra mais três óbitos, somando agora 513 mortes por Coronavírus no município

Blumenau registra mais três óbitos, somando agora 513 mortes por Coronavírus no município. Na última quarta-feira, dia 19, foi confirmada a morte de um homem de 60 anos, que estava internado em UTI desde o dia 27 de abril. Na mesma data, veio a óbito uma mulher de 61 anos, que estava internada em UTI desde o dia 26 de abril. No dia 2 de maio, foi confirmada a morte de uma mulher de 64 anos, que havia sido internada no dia anterior. O óbito só foi comunicado nesta quinta-feira, dia 20, para a Vigilância Epidemiológica do município. Todas as vítimas tinham comorbidades. Blumenau registra ainda nesta quinta-feira, dia 20, um total de 52.695 casos confirmados de Coronavírus (Covid-19), 110 a mais do que registrado na última quarta-feira, dia 19, quando o município contabilizava 52.585 casos da doença. Dos casos novos diagnosticados, nove foram por meio de teste RT-PCR, quatro por testes rápidos, 96 antígenos e um sorológico. Ao todo, a Prefeitura de Blumenau já fez 184.708 testes para Covid-19. Somente nesta quinta-feira foram processados 631 exames. Entre os casos positivos, 657 pacientes estão em tratamento. Destes, 585 encontram-se com estado de saúde estável, em isolamento domiciliar e sendo monitorados pela Secretaria de Promoção da Saúde. Dos casos em análise e confirmados de Blumenau e de outros municípios, 95 pacientes encontram-se hospitalizados, sendo 53 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 42 em enfermaria. Destes na UTI, 41 pacientes são de Blumenau (37 confirmados e quatro em análise) e 12 pacientes de outras cidades (todos confirmados) e a taxa de ocupação dos leitos de UTI na cidade é de 56,4% em relação à capacidade máxima, com 94 leitos ativos, e 80,3% em relação a capacidade atual de ocupação, com 66 leitos ativos. Já em enfermaria são 34 pacientes de Blumenau (todos confirmados) e oito de outros municípios (todos confirmados), com taxa de ocupação de 23,7%. Além disso, os hospitais da cidade prestaram 348 atendimentos, com 66 deles decorrentes de síndromes gripais. O município contabiliza também 51.525 casos de pessoas que já passaram pelo período de isolamento e não apresentaram novos sintomas, considerados como recuperados. A Prefeitura de Blumenau destaca a importância de manter o isolamento social, nos casos em que as pessoas podem ficar em casa. O poder público também reforça as medidas de segurança, que incluem o uso de máscara sempre que sair de casa e a higienização frequente das mãos, com água e sabão ou álcool em gel.

Fiscalizações das forças de segurança serão intensificadas a partir desta quinta-feira

As forças de segurança do município e do Estado estarão a partir desta quinta-feira, dia 20, intensificando as fiscalizações noturnas pelo município. A medida tomada em conjunto entre a Secretaria de Defesa Civil (Sedeci), Vigilância Sanitária, Guarda Municipal de Trânsito (GMT), Policia Militar, Policia Civil e Corpo de Bombeiros, visa reforçar as ações no atual cenário da pandemia, onde os números ainda são preocupantes e menos de 10% da população de Blumenau foi imunizada com a segunda dose da vacina.Segundo a nova matriz de risco do Governo Estado, que classifica o Vale do Itajaí no nível grave, os estabelecimentos comerciais permanecem condicionados ao regramento de horários, o que implica no limite de freqüentadores do estabelecimento e, sobretudo de distanciamento social. De acordo com o subcomandante do 10º BPM, major Rafael Batista dos Santos, há um relaxamento na população, desrespeitando as medidas restritivas. “Precisamos redobrar os cuidados básicos e evitar frequentar lugares onde há aglomerações, para que juntos possamos passar por esta fase difícil e acabar com este vírus de uma vez por todas”, salienta.Segundo a coordenadora municipal de Vigilância Sanitária, Ambiental e Saúde do Trabalhador, Juliana R. Camilotti Rigo, há ainda um desconhecimento tanto da população como dos proprietários dos estabelecimentos noturnos, como bares, restaurantes e tabacarias, não colaborando com as fiscalizações. “Pedimos a compreensão da comunidade com o momento, porque o cenário ainda requer atenção e não é favorável ao ponto de descuidarmos de nossos atos, tendo em vista que o reflexo do relaxamento das pessoas, impacta diretamente nos serviços de saúde, bem como nos leitos de enfermaria e de UTI’s dos hospitais da cidade, afirma.Seguindo esta linha, o secretário da Sedeci, Carlos Olímpio Menestrina, avalia que em zelo a saúde pública, as fiscalizações precisam ser intensificadas. “A força tarefa vem atuando desde o início da pandemia no sentido da orientação, pedindo pelo cumprimento das medidas restritivas, mas como uma minoria continua abusando do regramento não temos outra escolha se não aumentar o rigor das abordagens, o que naturalmente implicará em mais interdições dos estabelecimentos”, salienta.Ainda de acordo com o secretario, além do auto de interdição, o proprietário do estabelecimento que infringir o regramento pode ser denunciado pelo Artigo nº 132 do Código Penal, por expor a vida ou a saúde de outrem a perigo direto e iminente, sob a pena de três meses a um ano.
Outro ponto ressaltado pelas forças de segurança é que além de compartilhar vídeos e fotos de aglomeração nas mídias sociais, que por vezes não são da data correspondente, a população deve procurar centralizar as as denúncias nos canais efetivos, neste caso, sendo o 199 da Defesa Civil ou o 190 da Polícia Militar.

O que permite e o que proíbe o decreto 1.276/21

Conforme o decreto estadual vigente, fica permitido o funcionamento dos serviços de alimentação como: cafeterias, casas de chás, casas de sucos, lanchonetes, confeitarias, sorveterias, lojas de conveniências, restaurantes, pizzarias, churrascarias, cantinas, bares e afins das 5h às 23h, no nível Grave, limitado o ingresso de novos clientes até as 22h observados os regramentos definidos na Portaria SES nº 453/2021, que preconiza sobre o funcionamento dos estabelecimentos em período de pandemia.

  • Proibido o fornecimento de bebidas alcoólicas com consumo no próprio estabelecimento, das 23h às 05h;
  • Os estabelecimentos devem providenciar que seja mantido o distanciamento mínimo entre as mesas, conforme o Fator de Distanciamento descrito no Art. 2° da Portaria SES 453/21, com no máximo quatro pessoas por mesa; para as pessoas que comprovadamente coabitam na mesma residência, poderá ser considerado o limite máximo de até 6 (seis) pessoas por mesa, mantendo o Fator de Distanciamento (FD) de 1,8;
  • Solicitando aos estabelecimentos que, após efetuado o referido calculo, seja colocado o numero Máximo de pessoas permitidas no estabelecimento na porta principal de acesso, em local visível ao público.
  • Permitida a execução de música ao vivo com formação instrumental e vocal de até dois integrantes, seguindo os critérios descritos no Art. 6º da Portaria SES nº 453/2021, na íntegra;
  • Lembrando que devem ser seguidas ainda as regras dispostas na Portaria SES nº 453/2021.

Para casas noturnas, boates, casa de shows, pubs e afins:

Nos níveis de riscos potenciais gravíssimo e grave, os estabelecimentos poderão, excepcionalmente, utilizar o espaço para a realização de eventos sociais, observados os regramentos definidos na Portaria SES nº 455, de 30 de abril de 2021, ou outra que a substitua, com limite de ocupação de até 150 pessoas no nível grave, para um espaço mínimo de 330 metros quadrados de acordo com o fator de distanciamento estabelecido na mencionada Portaria e permissão para funcionamento das 6h às 23h.Blumenau já aplicou 106.99 vacinas entre 1ª e 2ª doses
Nesta quinta-feira, dia 20, foram aplicadas 845 vacinas da primeira dose (72.825 imunizados até o momento) e não tivemos aplicação da segunda dose. O município segue as determinações da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19, do Ministério da Saúde (MS) e as deliberações do Governo do Estado. Com a chegada de novas remessas de imunizante a prefeitura vai divulgando em seus canais oficiais (site e redes sociais) os grupos prioritários que podem se vacinar conforme o Plano Municipal de Imunização. Blumenau já aplicou 106.999 vacinas entre 1ª e 2ª doses,

Central de Monitoramento
Os profissionais da saúde que atuam na Central de Monitoramento Covid-19 fazem ligações aos pacientes com diagnóstico positivo para Coronavírus de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Alô Saúde Blumenau oferece atendimento virtual
A comunidade pode contar com atendimento virtual, sem sair de casa, por meio do Alô Saúde Blumenau, pelo telefone 156 (opção 2). As pessoas que precisarem de atendimento psicológico, contam com serviço virtual oferecido por psicólogos da Semus. O horário de atendimento é de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h – por meio do link https://med.lectorlive.com/semus.

Atendimento Rápido Covid-19
A Central de Referência para Casos Suspeitos de Coronavírus, localizado no Setor 3 do Parque Vila Germânica atende de segunda a sexta-feira, das 7h até as 22h e aos sábados e domingos, das 7h às 19h. O local é referência na região central da cidade para demandas relacionadas à Covid-19.Durante a semana, o atendimento rápido Covid-19 segue sendo oferecido nos Ambulatórios Gerais da Velha, Garcia, Itoupava e Fortaleza (anexo ao HU da Furb), de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

Atendimento Clínico
De segunda a sexta-feira, o atendimento de casos clínicos não relacionados Covid-19 é oferecido nos AGs Velha, Garcia, Itoupava e Fortaleza (anexo ao HU da Furb), das 7h às 24h. Nos AGs do Centro, Escola Agrícola e Badenfurt o atendimento a estas demandas não relacionadas ao Coronavírus acontece nos dias de semana, das 7h às 21h.No fim de semana, o atendimento de casos clínicos, não relacionados ao Coronavírus seguem sendo oferecidos no AG Velha e AG Garcia aos sábados, das 7h ao 12h. Demandas que não sejam de urgência/emergência podem ser direcionados às duas unidades. A atuação dos AGs em horário diferenciado tem por objetivo garantir que o diagnóstico seja feito sem que haja a necessidade de buscar os pronto-socorros, especialmente nos Hospitais Santo Antônio e Santa Isabel, onde o atendimento é priorizado para situações mais graves. Somente nesta quinta-feira, dia 20, as unidades fizeram 551 atendimentos e 378 coletas para exames.

SECOM BLUMENAU

Deixe uma resposta