Músico Serginho Almeida disponibiliza discografia nas plataformas digitais em abril

Spread the love

O disco Lua na Ilha será disponibilizado no dia 02 e Maloya, no dia 16

Com mais de 35 anos de carreira, Serginho Almeida tem dois discos lançados. Até o momento, os trabalhos só estavam disponíveis em formato físico, mas agora estarão disponíveis em todas as plataformas digitais de música. Lua na Ilha, lançado em 1999, será disponibilizado no dia 02 de abril (sexta-feira), às 18h, e Maloya, de 2016, duas semanas depois, no dia 16 (sexta-feira). Para acompanhar os lançamentos, é só clicar aqui https://linktr.ee/serginhoalmeida

Lua na Ilha foi produzido sob forte influência das experiências vividas pelo músico no litoral catarinense. O disco, que tem arranjos assinados por Guinha Ramires, reflete bastante da formação musical de Serginho Almeida, com fortes influências da cultura do cancioneiro brasileiro e a presença de uma música híbrida, em que há pitadas de vários ritmos, sobressaindo-se a MPB e o reggae.

O álbum é baseado em músicas de Serginho em parceria com Carlo Abreu, Guinha Ramires e Carlos Ribeiro Junior, além de gravações dos compositores Wilson Cória, Volnei Varaschin (Expresso Rural), Carlos Ribeiro Junior e Melissa Azevedo. “O Lua na Ilha reflete muito a atmosfera daquela época. São músicas que remetem a histórias que vivemos, a atmosfera e as vivências com lugares e pessoas muito especiais”, comenta Serginho Almeida.

Depois de anos viajando e fazendo shows por diversos lugares pelo Brasil, sobretudo nos estados do Sul, Serginho viveu um período na Espanha. Realizou shows de divulgação do primeiro disco no país e também em Portugal.

Tendo a composição como cerne do seu trabalho, Serginho Almeida dispensa atenção especial às canções que escreve e também ao trabalho com outros compositores com quem desenvolve uma troca constante.

Essa produção autoral deu origem ao disco Maloya, segundo álbum da carreira, em que assina os arranjos em parceria com Guinha Ramires. Diferente do disco anterior, Maloya é formado quase integralmente por composições de Serginho, à exceção de duas canções (Furacão, de Carlos Cória e Bicho Grilo, de André Berté). O trabalho conta com participações especiais de grandes músicos, como Endrigo Bêttega, Alessandro Bebê Kramer e François Muleka.

“Estou muito empolgado por, enfim, disponibilizar minha discografia nas plataformas. São discos muito especiais, porque sempre prezei muito pela verdade na minha música. Vai ser muito especial dividir esse trabalho com o público”, afirma.

Novo trabalho está sendo preparado
Ao passo em que disponibiliza os dois discos nas plataformas digitais, Serginho Almeida segue produzindo seu novo trabalho. O músico está em estúdio gravando material que dará origem ao terceiro disco da carreira. Para antecipar um pouco do álbum porvir, alguns singles devem ser lançados ao longo do ano em todos os aplicativos de música.

Ficha técnica de Lua na Ilha (1999):

Serginho Almeida: voz;

Guinha Ramires: violões;

Leo Garcia: guitarras;

Carlos Ribeiro: baixo;

Carlo Abreu: bateria;

James Bombasar: teclados;

Chacal Bahia: percussão;

Volnei Varaschin: gaita;

Fidel Piñero: trompete;

Rubens Azevedo: saxofone;

Evandro Hasse: trombone;

Gabriel Hassellmann: vocais;

Aninha Varela: vocais;

Arranjos: Guinha Ramires;

Produção Executiva: Irajá Almeida;

Técnicos de gravação: James Bombasar e Caetano Ceschi;

Mixagem: Caetano Ceschi e Guinha Ramires;

Masterização: Oswaldo “Turbo” Martins;

Gravado e mixado nos estúdios da Bob Rock Produções – Balneário Camboriú (SC);

Foto: Silvana Rocha;

Capa e arte: Carlos Gaudie.

Ficha técnica de Maloya (2016):

Serginho Almeida: voz e violão;

Guinha Ramires: violões e guitarras;

Endrigo Bêttega: bateria e percussões;

Alessandro Kramer: piano;

Rafael Calegari: baixo;

Caio Muniz: teclados.

Participações especiais:

François Muleka: voz em Maloya;

Hemerson Calandrini: trombone em Bicho Grilo;

Gerry Costa e Carlo Abreu: percussões em Cão vagabundo;

Victoria Aftalion, Luciane Duarte Lautert e Sílvia Graciela Alvarez Perez: vocais em Maloya, Bicho Grilo, Amarelo e Emavidixamé.

Arranjos: Guinha Ramires e Serginho Almeida;

Produção/Direção Geral: Serginho Almeida, Guinha Ramires e André Berté.

Produção Executiva: Rosely Ramos, Serginho Almeida e André Berté;

Edição: Beto Fonseca, Serginho Almeida e André Berté;

Mixagem: Martin Misenta;

Masterização: Alécio Costa;

Gravado no The Handmade Studio, em Florianópolis (SC), por Júlio Lemos e Beto Fonseca;

Fotos: Nira Pomar;

Arte da capa: Nira Pomar, André Berté e Herlano Reis.

AUTOR – Thiago Furtado

Foto – Isadora Manerich