“Mercado Público de Blumenau precisa ter identidade e manter jeito de feira”, diz autor do projeto

Spread the love

Após não aparecerem interessados na licitação para construir o empreendimento, arquiteto diz que está aberto ao diálogo para ajustes

A prefeitura de Blumenau deve elaborar um novo projeto arquitetônico para o Mercado Público municipal. Isso depois de não aparecerem interessados na sessão de abertura das propostas para construção, marcada para esta quarta-feira (24).

O edital de licitação que “deu deserto” previa conceder à iniciativa privada o direito de construir e explorar comercialmente o novo empreendimento, que substituiria a atual Feira Livre, na Rua Alberto Stein, defronte o Ginásio Galegão e o Parque Vila Germânica. O custo estimado da obra estaria em torno de R$ 25 milhões, para uma concessão de 35 anos.

O atual projeto foi vencedor de um concurso público nacional de arquitetura em 2007. A proposta vencedora foi do escritório blumenauense Terra Arquitetura.

Projeto do escritório blumenauense ficou em 1º lugar em concurso nacional. Imagem: Terra Arquitetura

De acordo com o sócio do escritório, arquiteto Christian Krambeck, o projeto foi vencedor entre 90 concorrentes e estaria à altura da importância de Blumenau, se transformando em um ícone e referência nacional.

Em entrevista concedida ao Portal de notícias O Auditório, Krambeck diz não saber os motivos que levaram a licitação a não ter proponentes. Ele explica que teria interesse em saber exatamente “quais são os pontos que precisam fazer ajustes”, garantindo que o escritório está disposto ao diálogo após a ausência de interessados na execução do empreendimento. Segundo o arquiteto, a proposta que foi desenvolvida tinha, inclusive, o conceito de manter “o jeito de feira”, justamente pelo espaço ser algo público e que precisa criar “uma identidade, uma cultura e estimular as pessoas a usarem, se encontrarem, turistas, moradores e tudo mais”.

Até o fechamento desta matéria, nossa reportagem não recebeu retorno do secretário municipal de Turismo, Marcelo Greuel, para explicar exatamente como será realizado o processo daqui em diante.

Veja abaixo os projetos arquitetônicos que, em 2007, ficaram em 2º e 3º lugar no concurso público nacional:

Projeto classificado em 2º lugar para o Mercado Público. Imagem: Antonio Carlos Vissoto Junior
Projeto classificado em 3º lugar para o Mercado Público. Imagem: Daniel de Mello Artigas

O AUDITÓRIO