Falta de peças nas montadoras faz disparar busca por seminovos em Santa Catarina

Crescente vem desde outubro e expectativas são para até final do ano

A indústria dos automóveis seminovos vem em alta deste outubro de 2020. Segundo dados da Associação dos Revendedores de Veículos no Estado de Santa Catarina (Assovesc) o aumento nas vendas dos carros com baixo tempo de uso aumentou 19,8% comparado a janeiro.

Um dos fatores para a alta dos carros usados se deve pela falta de peças nas montadoras de veículos. Segundo Ambrósio Mafra Neto, presidente da Assovesc, a produção dos zero quilômetros vem se tornando mais cara pela falta de componentes, o aumento do dólar e preço do aço das peças.

Mafra também comentou que existe um aumento na procura por automóveis em geral, por uma busca pela individualidade e independência do transporte público, mesmo após os aumentos consecutivos da gasolina. As medidas restritivas e a redução no itinerário das linhas de ônibus levam as pessoas a buscarem transportes individuais.

O presidente da associação também comentou que as expectativas são de que o cenário se mantenha. De acordo com ele, existe um efeito curioso que vem acontecendo com os carros usados: a valorização do automóvel.

Do contrário do esperado, Mafra comentou que muitas pessoas que compraram carros usados por outubro, já conseguem vendê-los por um preço melhor, um cenário incomum para o setor.

Renave

o Registro Nacional de Veículos em Estoque (Renave) é um sistema de comunicação implantado no dia 4 pelo Detran de Santa Catarina. O programa visa controlar de forma digital as transferências de automóveis, além de criar mecânicas de pré-vendas para revendedoras, facilitando e agilizando o comércio dos carros usados.

Mafra comentou que este programa tem tudo para aperfeiçoar e valorizar ainda mais os carros usados. Com o registro e controle de compra e venda e de entrada e saída de veículos novos e usados de forma digital, todo o processo será mais barato e ágil.

Deixe uma resposta