Hospital Santa Isabel aprimora cuidados com mães e bebês e dissemina experiências humanizadas em sua maternidade

Spread the love

Projeto Maternidade Segura qualificou profissionais e padronizou práticas na unidade

O Hospital Santa Isabel, em Blumenau (SC), aprimorou os cuidados e as práticas humanizadas na Maternidade Bertha Louise. Ao longo de 20 meses, o projeto Maternidade Segura, que incluiu outras quatro maternidades da Rede Santa Catarina, buscou reduzir os eventos adversos decorrentes da assistência e aumentar a adesão às práticas humanizadas durante o parto, através do aprendizado da ciência da melhoria e da disseminação de conteúdo técnico.

De acordo com a gerente de Qualidade e Segurança do Paciente da Rede Santa Catarina, Daniela Menezes, o objetivo do projeto foi aprimorar as boas práticas já existentes nas unidades e organizá-las de forma ainda mais eficiente, por meio de estratégias para melhorar a qualidade do cuidado e a segurança dos pacientes. Os objetivos principais eram a redução pela metade dos eventos adversos, como admissão materna em UTI e hipotermia neonatal, e aumentar em 50% a adesão às práticas humanizadas, como estimular a amamentação e permitir que o bebê fique a primeira hora de vida ao lado da mãe (hora de ouro).

“Mesmo com a pandemia, nossa equipe continuou motivada e passou a contar com sessões de aprendizado online, com o objetivo de capacitar toda a enfermagem. Com a padronização dos protocolos, o engajamento do time, o apoio das lideranças e a medição dos indicadores, a Rede Santa Catarina conseguiu aprimorar os cuidados às mães e aos bebês. Em quase dois anos, reduzimos em 63,2% os eventos adversos e aumentamos em 84,6% a adesão às práticas humanizadas. Nosso projeto teve êxito no redesenho dos protocolos aplicados, garantindo o melhor cuidado para as mães e os bebês”, completa.

Um dos destaques do Hospital Santa Isabel foi na disseminação das práticas humanizadas, índice que chegou a praticamente 100% na unidade. Uma dessas ações foi coordenada pelas enfermeiras, que padronizaram um top para as mães vestirem na ocasião do nascimento. A iniciativa permite que o bebê fique bem seguro e em contato pele a pele com a mãe em sua primeira hora de vida, o que traz benefícios para ambos. O hospital também conquistou bons resultados na redução de internações eletivas de mulheres com menos de 39 semanas de gestação, respeitando assim o tempo do bebê e incentivando o parto natural.

“Geramos valor em saúde, oferecendo um cuidado ainda mais seguro e humanizado às nossas pacientes e seus bebês e promovemos um ambiente de trabalho mais alegre, com todos trabalhando em união e colaboração”, conclui Daniela.

Maternidade Bertha Louise

A Maternidade Bertha Louise está instalada no Hospital Santa Isabel e segue um novo conceito de atendimento às necessidades da mãe e do bebê. Equipada com salas para parto normal e cirúrgico, salas de pré-parto semi-privativa e de recuperação, coloca à disposição da paciente um corpo médico e de enfermagem altamente preparado, além de equipamentos de última tecnologia.

O Centro Obstétrico trabalha com plantão 24h para gestantes de convênios e particular, com atendimento à gestante de baixo risco e acima de 37 (trinta e sete) semanas.

TEXTO - ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO HSI