Funcionária denuncia assédio sexual utilizando guardanapo em lanchonete de Chapecó

Jovem de 19 anos denunciou que o chefe e proprietário do local a assediou e ofereceu drogas durante o horário de trabalho

Na última sexta-feira, 28, uma funcionária de uma lanchonete utilizou um guardanapo para denunciar que estava senso assediada sexualmente pelo proprietário do estabelecimento, em Chapecó. A jovem, de 19 anos, enviou o papel para um cliente, que pediu o lanche por delivery, na qual continha o texto: “Por favor, chame a polícia nesse endereço. Meu chefe está me assediando e está tentando me drogar. Sou cozinheira. Por favor, não é brincadeira”, dizia o bilhete. De acordo com informações da Guarda Municipal de Chapecó (GMC), a funcionária afirmou que ambos estavam sozinhos no local quando o homem, de 48 anos, a assediou durante o horário de trabalho. Segundo ela, o chefe ainda teria oferecido R$ 150 para que os dois mantivessem relações sexuais. O homem também ofereceu beber cocaína e vinho no mesmo recipiente.
Na lanchonete, a Guarda Municipal encontrou duas buchas de cocaína. O homem foi encaminhado à delegacia, onde assinou um boletim de ocorrência, sendo liberado em seguida. Um inquérito será aberto para apurar o crime.

O MUNICÍPIO DE BLUMENAU

Deixe uma resposta