Flamengo volta a bater o Coritiba e se classifica na Copa do Brasil

Spread the love

Com atuação impecável e gols de Vitinho e Bruno Henrique, Rubro-Negro faz 2 a 0 e se garante nas oitavas de final do torneio

Depois de vencer no Couto Pereira por 1 a 0, na última semana, o Flamengo não tomou conhecimento do Coritiba nesta noite, no Maracanã, e venceu por 2 a 0. Domínio completo, posse de bola, muitas chances e gols de Vitinho e Bruno Henrique – um em cada tempo – fizeram do jogo um verdadeiro “atropelo” do Rubro-Negro, que avançou para as oitavas de final da Copa do Brasil com folga.

Agora, com todos os times já definidos, a CBF definirá os confrontos da próxima fase do mata-mata na próxima terça-feira, no Rio de Janeiro, em sorteio.

INÍCIO DE JOGO FRENÉTICO!
A escalação e postura diferentes do Coritiba em relação à ida deixaram o início de jogo no Maracanã frenético. Isso porque, ao adiantar a marcação, o time de Gustavo Morínigo não apenas ameaçou a saída de bola do Flamengo, mas também se expôs demais. E se Arão e Rodrigo Caio quase se complicaram na área, Gerson e Bruno Henrique souberam explorar os espaços dados pelo rival.

Antes dos três minutos, Michael e Gerson já haviam finalizado com perigo e Rodrigo Muniz, após ser lançado por BH, ficou cara a cara com Wilson, mas chutou para fora. O tempo passou e, com o padrão de jogo já conhecido, o Flamengo passou a ditar o ritmo da partida, criando chance atrás de chance. Com 77% de posse de bola, o Rubro-Negro finalizou 15 vezes na etapa inicial.

VITINHO BRILHA MAIS UMA VEZ
Nas ausências de Gabi gol, Pedro, Everton Ribeiro e Arrascaeta, Vitinho ganhou sequência entre os titulares e segue brilhando. O gol que abriu o placar no Maracanã foi do camisa 11, de cabeça, aproveitando o passe de Gerson. Nos jogos anteriores, incluindo o do Couto Pereira, o atacante deu três assistências.

Apesar das substituições, o cenário seguiu o mesmo após o intervalo. O placar, contudo, insistia em não ser mais alterado. Michael errou o passe final, Muniz teve nova chance e desperdiçou e Gerson carimbou a trave de Wilson. O Coritiba, por sua vez, seguiu sem exigir de Diego Alves, mas reclamou de pênalti de Vitinho em Dalberto. O árbitro não viu o pisão do camisa 11.

DE PÉ EM PÉ, CLASSIFICAÇÃO GARANTIDA
O lance que deu números finais ao placar foi característico dos melhores momentos desse Flamengo. De pé em pé, o time trocou passes no campo de ataque, passando por quase todos jogadores até Matheuzinho ir à linha de fundo e cruzar na medida para Bruno Henrique fazer 2 a 0, aos 22 minutos.

A partir disso, coube ao Flamengo administrar a partida até o apito final. O técnico Maurício Souza, que substituiu Rogério Ceni, com covid-19, deu mais minutos aos jovens Hugo Moura, Max, Ryan Luka e Yuri entre os profissionais. O confronto terminou com 20 finalizações do Flamengo e apenas 2 do Coritiba.

FLAMENGO 2X0 CORITIBA

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data e hora: 16 de junho de 2021, às 21h30
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Flávio Gomes Barroca e Lorival Candido das Flores (ambos do RN)
Gols: Vitinho (1-0, 26’/1ºT) e Bruno Henrique (2-0, 20’/2ºT)
Cartão amarelo: Bruno Henrique (FLA); Dalberto, Willian Farias e Waguininho (CTB)
FLAMENGO (Técnico: Maurício Souza): Diego Alves, Matheuzinho, Willian Arão, Rodrigo Caio e Filipe Luís; Diego (João Gomes, Intervalo), Gerson (Ryan Luka, 29’/2ºT), Vitinho (Max, 29’/2ºT) e Michael; Bruno Henrique (Hugo Moura, 29’/2ºT) e Rodrigo Muniz (Yuri de Oliveira, 37’/2ºT).
CORITIBA (Técnico: Gustavo Morínigo): Wilson; Igor (Tailson, 23’/2ºT), Wellington Carvalho, Luciano Castán e Romário; Willian Farias (Matheus Sales, Intervalo), Val, Robinho (Rafinha, Intervalo) e Waguininho (Léo Gamalho, Intervalo); Igor Paixão e Dalberto (Valdeci, 23’/2ºT).

FONTE - R7.COM