Eventos e feiras têxteis do Febratex Group já têm data para retornar

Spread the love

A retomada dos eventos e feiras presenciais no setor têxtil, um dos mais atingidos economicamente pela pandemia do Coronavírus, já tem data para retornar com segurança aos visitantes, expositores e demais envolvidos. Depois de crescer 9,5% em 2019, alcançando uma receita de R$ 11,3 bilhões, o turismo de negócios está totalmente parado desde março de 2020, início da pandemia do Coronavírus, conforme dados divulgados pelo Sebrae.

“O retorno seguro desses eventos busca contribuir para a retomada econômica da indústria têxtil brasileira. Os profissionais estão na expectativa para a volta do contato presencial e as feiras, além de proporcionar isso, também oferecem a oportunidade de acompanhar e adquirir as novidades do setor”, destaca Giordana Madeira, diretora executiva do Febratex Group.

A retomada segura das feiras têxteis em 2021/2022

Com 30 anos no mercado, o Febratex Group é uma empresa reconhecida como uma das principais promotoras de eventos de negócios do Brasil, principalmente nos segmentos de máquinas e insumos para o setor têxtil, confecção e impressão digital. Após um ano e meio sem poder realizar eventos, em função da pandemia do Coronavírus, o Febratex Group já tem seu calendário confirmado para o retorno em segurança das feiras presenciais.

A diretora executiva do Febratex Group informa que a indústria têxtil está ansiosa pelas novidades e conhecimento que as feiras oportunizam. A largada dos eventos será em Fortaleza/CE, com a promoção das feiras Maquintex e Signs Norte-Nordeste, de 17 a 19 de novembro de 2021. A realização em conjunto das feiras visa ampliar ainda mais a abrangência dos segmentos, atendendo toda a cadeia têxtil, serigráfica e de comunicação visual, contribuindo para o desenvolvimento da economia das regiões Norte e Nordeste. Na última edição, as feiras receberam 8,5 mil visitantes e tiveram 110 estandes, representando mais de 350 marcas.

“A última edição foi um sucesso total. O que sempre nos motiva a estar na feira é a interação com o público. O público do Norte e do Nordeste presente é muito quente e prestigia tudo o que apresentamos”, relata Marcelo Souss, da Alltak, empresa expositora do evento.

Em março de 2022, será a vez da Agreste Tex, em Caruaru/PE. Realizada no Agreste Pernambucano, uma das principais regiões produtoras de confecção e jeans do país, a quinta edição da Agreste Tex apresentará os lançamentos em máquinas, equipamentos, denim, malhas e aviamentos dos principais fabricantes e distribuidoras nacionais, concentrando tecnologia e conteúdo para aumentar a competitividade das empresas da região. A última edição do evento registrou 5,5 mil visitas e 80 estandes, representando mais de 300 marcas. “A Agreste Tex é uma feira de negócios. As pessoas vêm para comprar e negociar e isso faz com que consigamos um saldo superpositivo”, informa, Francisco Gonzalez, da Vicunha, empresa expositora do evento.

Além de todos os lançamentos em produtos e serviços, as feiras também oferecem oportunidades de networking e espaços para qualificação técnica, com palestras de profissionais de destaque no setor. Em agosto de 2022, está confirmada a Febratex, maior feira têxtil das Américas e a terceira maior do mundo. “Temos confiança que será um período mais seguro e promissor para a retomada de eventos com público. Até lá, continuaremos a trabalhar no desenvolvimento dos protocolos para garantir a segurança de todos e um ambiente favorável à retomada da economia. Nossas ações são todas pautadas seguindo o lema do equilíbrio entre saúde e economia”, destaca Hélvio Pompeo Madeira, diretor-presidente do Febratex Group. A empresa promete para breve o anúncio de grandes novidades para a feira, adiantando que será uma edição “maior e melhor do que nunca”.

Selo Turismo Responsável

A Febratex – Feira Brasileira para a Indústria Têxtil e de Confecção, recebeu o Selo Turismo Responsável, um programa do Ministério do Turismo que estabelece boas práticas para os segmentos do setor que seguem protocolos de segurança para combater a Covid-19. O Selo foi desenvolvido para que o público de eventos e turistas se sintam mais seguros ao viajar e frequentar estabelecimentos e eventos.

TEXTO ISABELLA PINHEIRO / PRESSE COMUNICAÇÃO