Crise entre poderes: governadores se reúnem nesta segunda-feira

Spread the love

A escalada de hostilidades entre o presidente Bolsonaro e o Judiciário, com forte reação do Legislativo, é tema do encontro de emergência

Pelo menos 23 dos 27 gestores estaduais estão confirmados para a reunião, em caráter emergencial, do Fórum Nacional de Governadores, prevista para acontecer nesta segunda-feira (23), às 10h. O agravamento da crise entre os poderes e seus riscos são o tema principal. Segundo organizadores, o encontro pretende marcar uma posição mais ampla possível sobre “a defesa da democracia e da liberdade, dadas as ameaças feitas aos ministros do Supremo e ao processo eleitoral”.

A insatisfação do grupo quanto à postura política do presidente Bolsonaro aumentou após críticas ao desempenho dos governadores na pandemia e até ao método de cobrança de impostos sobre combustíveis. Bolsonaro vem responsabilizando os governos estaduais pelo alto custo destes produtos e desafiando-os a abrir mão do ICMS. O presidente tenta “terceirizar o ônus da perda da própria popularidade”, reclama um dos participantes do encontro. 

O evento tem a coordenação do governador de São Paulo, João Doria, e terá a participação presencial confirmada dos governadores Ibaneis Rocha, do Distrito Federal, de Wellington Dias, do Piauí e Marcos Rocha, de Rondônia.

“Triste ver um país com tantos problemas gastando energia com questões desse tipo”, afirma o governador do DF Ibaneis Rocha.

Está confirmada a participação por vídeo conferência dos governadores do Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Roraima, Santa Catarina e Sergipe.

Também estão previstas as participações de Paulo Ziulkoski, como representantes dos municípios, Rafael Fonteles, presidente do Comsefaz, e André Clemente, Secretário de Economia do Distrito Federal.

TEXTO – Mara Mendes, da Record TV