Conheça o blumenauense de apenas 21 anos que participará das Olimpíadas de Tóquio, no Japão

Há duas semanas, Matheus Gabriel de Liz Corrêa, de 21 anos, alcançou a marca de 1h20min49seg na prova de 20 km da marcha atlética no Torneio Cidade de Bragança Paulista, no interior de São Paulo.

Há duas semanas, Matheus Gabriel de Liz Corrêa, de 21 anos, alcançou a marca de 1h20min49seg na prova de 20 km da marcha atlética no Torneio Cidade de Bragança Paulista, no interior de São Paulo. Com este resultado, o atleta blumenauense atingiu o índice para participar dos Jogos Olímpicos de Tóquio, entre julho e agosto, no Japão.

“Confesso que foi uma surpresa para todos, para mim, para o meu treinador e toda a equipe, eu não esperava fazer o índice agora, estava indo para a competição para fazer uma boa marca, melhorar a minha pontuação no ranking mundial. Mas me senti bem na prova, estava vendo que podia buscar o índice, arrisquei, e consegui atingir o índice mínimo para competir nos Jogos Olímpicos”, confessa o jovem.

Competindo pela Associação Atletismo de Blumenau (AABLU), Matheus é acadêmico de Educação Física na Universidade Regional de Blumenau (FURB) e recebe bolsas da instituição de ensino e da Prefeitura para treinar. Ao longo de sua trajetória, ele sofreu algumas lesões e superou diversos obstáculos, sempre com a ajuda de parceiros e do seu treinador Ivo da Silva.

Como atleta de alto rendimento, Matheus conta com o auxílio de uma equipe multidisciplinar para explorar o máximo de sua performance. “Nesse último ano de pandemia, foi mais difícil, pois tive que treinar sozinho por um longo período, mas mesmo assim nós conseguimos alcançar o índice”.

Além de assegurar a vaga nas Olimpíadas, a marca obtida no interior paulista garantiu ao blumenauense o recorde Sul-Americano Sub-23, que não era quebrado há quase 25 anos. “Fui campeão e recordista brasileiro várias vezes, assim como top 3 na América do Sul, mas não consigo comparar nenhuma conquista ao índice olímpico”, comenta.

Para as próximas competições e para as Olimpíadas de Tóquio, Matheus afirma que busca evoluir, porém evita prometer colocações ou medalhas. “Essas são as minhas expectativas, melhorar cada vez mais e mostrar para mim mesmo que eu fiz o meu melhor”, finaliza.

Com informações da FURB

Deixe uma resposta