Blumenau continua com 3,5 mil doses da vacina contra a gripe disponíveis para agendamento

Crianças acima de 6 meses e menores de 6 anos, gestantes e puérperas podem agendar a aplicação.

A Prefeitura de Blumenau, por meio da Secretaria de Promoção da Saúde (Semus) possui 3,5 mil doses da vacina contra a Influenza, disponíveis para agendamento. São cerca de 40 locais, entre unidades Estratégia Saúde da Família (ESF) e Ambulatórios Gerais (AGs) onde são aplicadas as doses. O agendamento está disponível para crianças acima de 6 meses e menores de 6 anos de idade, gestantes e puérperas conforme estabeleceu o Ministério da Saúde (MS).
O agendamento da vacina contra a gripe segue disponível e pode ser feito no site da Prefeitura – https://bit.ly/VacinaBlumenau ou entrando em contato por telefone com sua unidade ESF para fazer o agendamento, já que o telefone do Alô Saúde ficará disponível para demandas relacionadas à Covid-19.Como a Campanha de Vacinação contra a Influenza vai coincidir com a Campanha de Vacinação contra a Covid-19, as pessoas que fazem parte dos grupos prioritários das duas campanhas devem dar prioridade para a vacina contra o Coronavírus. As pessoas que foram vacinadas contra o Coronavírus devem respeitar um intervalo mínimo de 14 dias para tomar a vacina contra a influenza. A mesma orientação vale para quem recebeu a vacina da gripe e vai se vacinar contra a Covid-19.Nesta primeira semana da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, Blumenau vacinou 4.030 pessoas, de um público de 27.827 para esta primeira etapa. Foram vacinadas 14,31% das crianças acima de 6 meses e menores de 6 anos de idade, 15,87% das gestantes e 13,79% das puérperas.

-Etapas da vacinação contra a gripe
Primeira etapa (12/04 a 10/05): crianças acima de 6 meses e menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias); gestantes e puérperas. Apesar de estarem no primeiro grupo, os profissionais da saúde serão vacinados assim que novas doses do imunizante forem disponibilizadas aos municípios.
-Segunda etapa (11/05 a 08/06): idosos com 60 anos e mais; e professores das escolas públicas e privadas;
-Terceira etapa (09/06 a 09/07): pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; pessoas com deficiência permanente; forças de segurança e salvamento, forças armadas; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso; trabalhadores portuários; funcionários do sistema prisional; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Assessor de Comunicação: João Vitor Korc

Deixe uma resposta