ALBA PROVOCA REUNIÃO COM MINISTÉRIO PARA FALAR SOBRE A BR 470

O deputado Ricardo Alba (PSL) provocou uma reunião virtual, que aconteceu na tarde desta quinta-feira, 25, com o staff do Ministério da Integração Nacional, responsável pela obra de duplicação da BR 470 em Santa Catarina

O deputado Ricardo Alba (PSL) provocou uma reunião virtual, que aconteceu na tarde desta quinta-feira, 25, com o staff do Ministério da Integração Nacional, responsável pela obra de duplicação da BR 470 em Santa Catarina. Na pauta do encontro, a busca de um entendimento sobre a possibilidade do apoio financeiro catarinense à duplicação. Alba, mais uma vez, ressaltou a importância da 470 para toda a região e o estado e pediu agilidade nas obras. Recebeu a garantia que os R$ 200 milhões do estado serão investidos como for melhor para os catarinenses e que, dependendo da definição do estado, entrega os lotes 1 e 2 até o final de 2022.
Do gabinete parlamentar, o deputado se reuniu com virtualmente com Marcello da Costa Vieira, secretário Nacional de Transportes Terrestres, Guilherme Bianco, diretor do Departamento de Transporte Rodoviário, e Roger Pegas, Coordenador-Geral CGOP (Obras Públicas) que participaram direto de Brasília. O encontro durou cerca de 30 minutos, quando o deputado pediu informações sobre o andamento das obras e questionou sobre a possível parceria com o estado. O secretário Marcello Vieira, segundo na linha hierárquica do Ministério, logo abaixo do próprio ministro, disse que já foram investidos mais R$ 700 milhões na obra, mas este ano “o cobertor ficou curto” e R$ 59 milhões estão sendo alocados.
Falando abertamente e buscando a opinião do deputado Ricardo Alba, o secretário disse agradeceu o esforço de todos os que estão trabalhando pela alocação desses R$ 200 milhões na duplicação da BR 470 e ressaltou que o dinheiro será aplicado nos lotes que Santa Catarina escolher. Perguntado se com este recurso os lotes 1 e 2 (Blumenau a Navegantes) seria entregue totalmente pronto, os representantes do Ministério disseram que sim e deram até prazo: final de 2022. Alba disse que isso seria um grande alívio para todo o Vale do Itajaí, por questões de segurança dos moradores das cidades cortadas pela rodovia, dos usuários da BR e também porque os municípios poderão ter capacidade de desenvolvimento econômico, “o que traz desenvolvimento social e melhora a vida das pessoas”.
Ao terminar a reunião, Alba foi até a Secretaria de Infraestrutura do Estado para levar as informações ao secretário Thiago Vieira. Embora convidado para o encontro, não pode comparecer devido a compromissos anteriormente assumidos. Porém, mostrou-se satisfeito ao saber do rumo da reunião. Disse a Alba que o Governo do Estado de Santa Catarina pode aportar esses recursos na duplicação da BR 470 sem tirar qualquer recurso já previsto para as obras em andamento em rodovias estaduais, ou mesmo deixar de investir em manutenção. Liberação de recursos depende de projetos prontos e atualizados, o que é o caso da BR 470, além dos trâmites da burocracia estatal como licitações, o que, no caso da rodovia federal, é um passo já ultrapassado.

História de lutas
A duplicação da BR 470 é uma antiga reivindicação de todo o Vale do Itajaí. Muitas lideranças políticas e empresariais já participaram deste esforço em ver a rodovia que escoa a produção catarinense para os portos e mesmo para a BR 101, duplicada. Isto representa não só desenvolvimento econômico, mas também segurança para os usuários da rodovia e moradores das cidades cortadas por ela. Em duas décadas (2000-2020), por exemplo, 2.010 pessoas perderam a vida somente no trecho do Vale do Itajaí. “É uma triste história que ceifa vidas e também a possibilidade de melhor qualidade de vida a todos os habitantes da região”, acentua o deputado Alba.
Esta obra de duplicação é bandeira de primeira hora do mandato do deputado. Ainda no início de 2019, apresentou e aprovou por unanimidade no plenário da Assembleia Legislativa uma Moção de Apelo endereçada ao Ministério da Infraestrutura. Em seguida, foi levar este documento representativo da vontade dos catarinenses em mãos ao ministro Tarcísio Freitas. Obteve o compromisso de avanço da obra, que tem histórico de promessas não cumpridas em governos passados. Agora, com o aceno do governo catarinense em colaborar financeiramente para agilizar o final de boa parte da obra, Alba vê uma oportunidade de transformar o sonho e a luta de toda região e do estado em realidade.
Ao final da reunião, o deputado tocou em outro tema referente à rodovia: a licitação para obras na ponte sobre o rio Itajaí Açu, que liga Apiúna a Ibirama e, consequentemente, o Médio ao Alto Vale do Itajaí. Os técnicos do Ministério da Infraestrutura pediram alguns dias para levantar em detalhes esta situação e se comprometeram a repassar as informações o mais breve possível ao gabinete de Alba. A ponte é a única ligação logística entre as duas regiões de Santa Catarina e liga, também, várias outras regiões com o Médio Vale. A situação do desgaste daquela travessia, preocupa, com claros sinais de desgaste em sua estrutura, provocado pelo passar dos anos. Em breve, esta pode ser razão de nova reunião entre o deputado Ricardo Alba e o staff do Ministério da Infraestrutura.

Gabinete Deputado Ricardo Alba

Deixe uma resposta