Agricultura em Timbó é marcada por incentivos municipais

Spread the love

Dia 25 de julho marca a passagem do Dia do Colono e a agricultura faz parte da história do desenvolvimento de Timbó, como a base de subsistência na origem da comunidade timboense. Até hoje este setor se mantém, principalmente através de pequenos produtores, no sistema de agricultura familiar. Arroz, gado de corte, milho, hortaliças e frutas, piscicultura e suínos. Há bastante diversidade na produção agropecuária de Timbó. Ao todo cerca de 400 agricultores estão cadastrados no Departamento de Agricultura. 
O prefeito de Timbó, Jorge Krüger, destaca que na política de base das famílias agricultoras timboenses, destaca-se o incentivo que é prestado a elas por meio do Departamento de Agricultura. “Com uma sala dentro do Simplifica Timbó, nossa experiente equipe de servidores da Agricultura promove um atendimento especial a essas famílias, buscando mantê-las no campo, com acesso a estudos para melhora da produção e incentivo com maquinários e demais necessidades”. 


Agricultura familiar na merenda escolar

Segundo o técnico em Agropecuária da Prefeitura de Timbó, Odair José Tamanini, muitas famílias agricultoras têm investido forte na produção para fornecer frutas e hortaliças à merenda escolar do município, negociando diretamente com a Secretaria Municipal de Educação, que absorve uma produção local, de qualidade, fomentando a renda no campo. A Lei 11.497, de 16 de junho de 2009, estabeleceu que pelo menos 30% do valor que é repassado a estados, municípios e Distrito Federal pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) deve ser utilizado para comprar alimentos de agricultores locais e suas organizações. Tamanini explica que para os produtores participar do Programa e fornecer para o município é bastante vantajoso e valoriza o trabalho deles. “Se na venda para um mercado, o produtor vai ganhar, por exemplo, 80 centavos por uma cabeça de repolho. No programa, ele pode ganhar até 5 vezes mais pelo mesmo repolho. É o que a gente chama de preço de venda direta, preço de feira”, explica. De acordo com dados da Secretaria Municipal de Educação (Semed), em 2020, 80,8% dos produtos adquiridos pelo município para merenda escolar vieram de produtores de Timbó, que soma R$ 537.453,39 investidos nos produtores locais e em alimentos de qualidade para as crianças nas instituições de ensino. A Semed compra laranja champanhe, banana branca, banana caturra, alface, repolho, brócolis de rama, brócolis, vagem, leite, geleia, filé de tilápia e sopa de pescado. O Departamento de Agricultura e a Semed têm trabalhado em parceria também com a Sala do Empreendedor no incentivo aos agricultores a continuarem a produzir e fornecer ao município e quem sabe expandir suas vendas para cidades próximas. A Sala do empreendedor organiza e auxilia no processo da Chamada Pública para o fornecimento. “A gente está vendo um nicho de mercado para o pequeno agricultor”, afirma Tamanini. Além disso, os agricultores locais têm um espaço especial, a Feira Municipal da Agricultura Familiar, organizada pela Associação dos Produtores Orgânicos de Timbó (ProOrg), onde vendem seus produtos. A Feira acontece todas às terças e sextas-feiras, das 14h às 19h, ao lado da Sociedade Cultural de Timbó.

Departamento pronto para ajudar

A Prefeitura de Timbó, através do Departamento de Agricultura, possui diversos serviços e maquinário a disposição dos colonos. Um deles é a patrulha mecanizada, com a disponibilização de máquinas da Prefeitura para realizar manutenção de estradas, serviço de arado, rotativa, roçadeira, tudo que envolve o preparo do solo.
O Departamento tem à disposição retroescavadeira, esteira, escavadeira hidráulica, draga e caminhões para realizar os serviços. Já foram 1.115 horas trabalhadas em 2021 no trator pneu com os serviços de roçar, arar, rotativar, plantar e silagem. A Prefeitura fornece ainda o incentivo de quatro cargas gratuitas de macadame por ano. Em 2021, já foram distribuídas aproximadamente 320 cargas. 
“A gente dá um apoio grande para os produtores. Os agricultores do município procuram muito a ajuda da Prefeitura. Isso mostra que eles sabem que vão ser amparados”, conta o diretor do Departamento de Agricultura, Neri Müller. 

Festa do Colono

O Dia do Colono é motivo de comemoração em Timbó. Todo ano, pela passagem da data, o Departamento de Agricultura promove um almoço gratuito para todos os agricultores cadastrados no município. Infelizmente, devido a pandemia, desde 2020 a Festa não pode ser realizada. 

Assessora: Raquel Piske/Ascom PMT